Exclusivo

Consultas da ADSE passam a custar cinco euros

Consultas da ADSE passam a custar cinco euros

Direção queria que aumento fosse maior. Custo de medicamentos será fixado pelo Infarmed.

O preço das consultas para beneficiários da ADSE vai subir de 3,99 para 5 euros e o custo de muitos medicamentos passará a ter como referência um valor fixado pelo Infarmed, evitando excessos. As medidas, previstas na revisão das Tabelas do Regime Convencionado, tiveram parecer positivo do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE. José Abraão, da Fesap - que votou a favor - entendendo que "era possível ter ido mais longe", mas admite que se chegou a um "equilíbrio", por isso fez um balanço "positivo" das mudanças.

"Estão criadas as condições para que possa haver melhores serviços e mais prestadores futuramente", afirmou Abraão ao JN. Embora lamente "alguns aumentos simbólicos" nas consultas, o sindicalista sublinha que o parecer propõe a manutenção dos preços atuais até ao fim da pandemia. No global considera que as alterações são "positivas" para os trabalhadores da Administração Pública.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG