Exclusivo

Estado vai encaixar mais 20 milhões de euros com aumento do consumo de tabaco

Estado vai encaixar mais 20 milhões de euros com aumento do consumo de tabaco

Até final de abril, foram vendidos mais de 2,7 milhões de cigarros, um acréscimo de quase 20% face ao mesmo período de 2021. Especialistas defendem que só preço pode ser dissuasor.

Os portugueses estão a fumar mais este ano do que fumaram no arranque do ano passado. As sucessivas subidas do imposto sobre o tabaco (IT) não parecem dissuadir os consumidores, tendo-se registado um aumento de 19,59% de cigarros consumidos entre janeiro e abril de 2022 face a igual período de 2021. O Governo prevê que, em 2022, face ao aumento de 1%, o IT renda 1433 milhões de euros, mais 20 milhões do que em 2021. O JN falou com dois especialistas em doenças pulmonares no dia em que se cumprem seis anos desde que foram introduzidas as imagens explícitas nos maços de tabaco. Ambos consideram que o recurso às fotografias não chega, por si só, para reduzir o consumo. E, em linha com o que defende a DGS, referem que a chave é continuar a fazer subir os preços.

sobe mas abaixo de 2019

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG