Prevenção

Corrida a novo teste da sida surpreende autoridades

Corrida a novo teste da sida surpreende autoridades

Em outubro, primeiro mês em que os testes estiveram disponíveis, foram comprados quase 400. Até agora nenhum deles foi reativo.

Em outubro, no primeiro mês de venda dos autotestes ao VIH nas farmácias, foram compradas 387 embalagens. O número superou todas as expectativas e apanhou de surpresa a Direção-Geral da Saúde (DGS) e as associações que lutaram para trazer esta resposta para Portugal. Dos quase 400 testes, nenhum foi reativo. Desde o início de outubro, é possível ir a uma farmácia ou parafarmácia e comprar um teste ao VIH para fazer em casa, à semelhança de um teste de gravidez.

No final de setembro, o Infarmed recebeu o registo da Mylan, a primeira e única marca a querer comercializar um teste de autodiagnóstico ao VIH em Portugal. Mas ninguém esperava que a venda dos testes - que custam em média 24,50 euros - fosse tão grande.

Ler mais na edição impressa ou versão e-paper