Exclusivo

Corrida contra o tempo na luta contra a separação de freguesias

Corrida contra o tempo na luta contra a separação de freguesias

Movimentos para a desagregação das freguesias têm até 31 de março de 2021 para ver esforço surtir efeito.

São vários os movimentos espalhados pelo país à espera da iniciativa do Governo relativamente à desagregação das freguesias. Em 2013, aquela que ficou conhecida como a "lei Relvas", referente à reorganização administrativa do território, extinguiu mais de mil e, de olhos postos nas eleições autárquicas de 2021, há a pretensão, em muitos locais, de repor o anterior mapa. Mas o processo está a ganhar contornos de corrida contra o tempo.

A reposição foi acenada, mais do que uma vez, pelo primeiro-ministro António Costa, tendo o então ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, lançado datas na anterior legislatura que nunca se concretizaram. No atual Governo, a condução do processo está nas mãos de Alexandra Leitão, a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, que tem na terça-feira uma reunião marcada com a Associação Nacional de Freguesias, Anafre.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG