Covid-19

Costa anuncia remuneração parcial para pais que ficam com filhos em casa

Costa anuncia remuneração parcial para pais que ficam com filhos em casa

O primeiro-ministro prometeu esta quinta-feira criar, "em conjunto com as entidades patronais", um mecanismo para assegurar a "remuneração parcial" dos pais que fiquem em casa com os filhos pelo fecho das escolas devido ao surto de Covid-19.

O anúncio foi feito por António Costa numa comunicação ao país, a partir da Residência Oficial de São Bento, em Lisboa, para anunciar algumas das medidas de resposta, em Portugal, à pandemia, neste caso para tentar assegurar a proteção no emprego.

O executivo irá criar "um mecanismo especial que assegure a remuneração parcial", em conjunto com as entidades patronais de forma a minorar o impacto negativo no rendimento das famílias", dado que a lei não prevê qualquer medida para situações deste tipo, em que os pais têm que de ficar em casa com os filhos devido à suspensão das atividades letivas presenciais.

Os apoios a familiares que estão com um filho de quarentena ou as baixas médicas vão ser "extensíveis aos trabalhadores independentes", ou seja, que trabalham com recibos verdes, afirmou ainda.

Após a declaração ao país, António Costa e os restantes ministros seguiram para a Presidência do Conselho de Ministros onde vai terminar a reunião do Governo iniciada hoje de manhã, e interrompida para os encontros com os partidos políticos.

As medidas do plano de contingência vão ser detalhados, mais tarde, numa conferência de imprensa na Presidência do Conselho de Ministros.

Outras Notícias