Incentivos

Costa confirma menos IRS para emigrantes que queiram regressar

Costa confirma menos IRS para emigrantes que queiram regressar

O primeiro-ministro anunciou, este sábado, em Caminha, que os emigrantes que tenham saído do país nos últimos anos terão incentivos fiscais para regressar a Portugal.

Quem regressar a Portugal nos anos 2019-2020 poderá ter uma redução de 50% na taxa de IRS durante três a cinco anos e ainda "deduzir integralmente os custos de instalação no pais", anunciou António Costa sem concretizar a que tipo de custos se refere.

O anúncio foi feito pelo secretário-geral do PS em Caminha, na "Festa de Verão" socialista.

Este anúncio vai ao encontro de uma prioridade que António Costa apresentou, em maio, no congresso da Batalha, quando disse que iria haver apoios para promover o regresso da geração mais qualificada que abandonou o país nos últimos anos devido à crise.

O secretário-geral do PS revelou ainda que o Orçamento de Estado para 2019 "vai ser o maior de sempre" para a Cultura, que a Ciência terá um grande "aumento orçamental" e que se vai "continuar a investir" na Educação.

António Costa apontou como objetivo ganhar as eleições legislativas, europeias e as regionais da Madeira, repetindo várias vezes que "é preciso dar mais força ao PS" e que só com o partido poderá haver um "governo progressista" sem nunca apelar de forma direta à maioria absoluta em qualquer um dos atos eleitorais.