PS

Costa diz que Passos ajudou com "pequena tecnicalidade"

Costa diz que Passos ajudou com "pequena tecnicalidade"

O secretário-geral do PS desvalorizou, esta terça-feira, a possibilidade de o primeiro-ministro ter desbloqueado, com uma "pequena tecnicalidade", na "25.ª hora", o acordo entre a Grécia e as instituições europeias, considerando antes que foi promotor de obstáculos.

António Costa falava aos jornalistas depois de confrontado com afirmações de Pedro Passos Coelho sobre o seu contributo pessoal para desbloquear na madrugada de segunda-feira, na cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia, o impasse negocial então existente com a Grécia.

"Espero que o primeiro-ministro tenha tido algum contributo positivo, depois de tantos contributos negativos que deu e de tantos entraves que colocou. Se na 25.ª hora deu alguma ajuda para o acordo, mais vale tarde do que nunca", reagiu o líder socialista.

Segundo António Costa, "em vez de ter deixado para a 25.ª hora esse contributo, seria bom se primeiro-ministro tivesse feito desde a primeira hora aquilo que era essencial: ser um construtor de soluções e não um criador de obstáculos".

"Nas próximas eleições temos de votar para ter um Governo que ajude à mudança na União Europeia e não um Governo que leve seis meses a criar obstáculos para depois, na 25.ª hora, (parece) dar uma pequena ajuda na resolução de uma pequena tecnicalidade. Precisamos de um Governo que assuma que a nossa postura na Europa não é de submissão, mas de defesa intransigente do interesse nacional, com uma visão positiva do euro e de uma Europa solidária e não mercantilista", disse, em mais uma nota de demarcação face ao executivo de coligação PSD/CDS.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG