Exclusivo

Costa rejeita touradas mas distinguiu forcado em 2010

Costa rejeita touradas mas distinguiu forcado em 2010

O primeiro-ministro admite, numa carta aberta dirigida a Manuel Alegre, que o choca a televisão pública transmitir touradas, mas que não lhe "ocorre proibir" essa transmissão, defendendo a liberdade de cada um. António Costa assume agora que rejeita as touradas mas, enquanto presidente da Câmara de Lisboa, atribuiu a medalha da cidade a um cabo dos Forcados Amadores de Lisboa.

O episódio no Campo Pequeno, em abril de 2010, foi fotografado e filmado. António Costa bateu palmas, distinguiu o cabo dos forcados José Luís Gomes com a medalha de mérito municipal grau ouro e abraçou-o, sempre sorridente. Ontem, a contradição do primeiro-ministro não escapou às críticas nas redes sociais.

Na carta a Manuel Alegre, divulgada ontem no jornal "Público", Costa diz-lhe que "como homem da Liberdade tem também de respeitar os cidadãos que, como eu, rejeitam a tourada como manifestação pública de uma cultura de violência ou de desfrute do sofrimento animal".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG