Mobilidade

Costa responde a PCP e diz que não reabre debate sobre aeroporto do Montijo

Costa responde a PCP e diz que não reabre debate sobre aeroporto do Montijo

O líder do PCP criticou esta quarta-feira o Governo na gestão do dossiê do novo aeroporto do Montijo, acusando-o de ceder aos interesses da Vinci, e ouviu o primeiro-ministro responder que recusa reabrir o debate sobre a localização.

No frente a frente com António Costa, no debate quinzenal, no parlamento, Jerónimo de Sousa insistiu na opção de construir o novo aeroporto em Alcochete, também distrito de Setúbal, afirmando que Montijo "é um apeadeiro".

O debate da localização foi concluído em 2014 e 2015 e agora, segundo António Costa, é "tempo de executar", que lembrou a discussão no passado, tanto como autarca de Lisboa como governante: "Perdi esse debate, agora não o vou reabrir."

Na sua intervenção, Jerónimo de Sousa recordou que já houve um compromisso nacional "alargado" para a construção do novo aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete, compromisso esse que foi "rompido com a privatização da ANA" devido aos interesses da empresa que foi privatizada, agora detida pela Vinci, e que o Governo do PS não reverter.

"Não é verdade que a construção em Alcochete estava decidida em todas as instâncias nacionais, depois de um debate de décadas? Que esse consenso foi rompido com a privatização da ANA? Agora chama forças de bloqueio às autarquias e deputados que defendem o interesse nacional", interrogou.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG