Premium

Covid-19 e os jovens: "Acordei ligada ao ventilador, sem força"

Covid-19 e os jovens: "Acordei ligada ao ventilador, sem força"

Aos 29 anos, Ana Patrícia Duarte acabou ligada a um ventilador numa cama dos Cuidados Intensivos quase sem dar por isso. É enfermeira e corria o dia 4 de maio quando decidiu ir às urgências do Hospital Santo António, mesmo tendo sido aconselhada a não o fazer.

"A Linha SNS 24 não considerou urgente. Mas tinha muita tosse seca e ficava cansada muito depressa", conta. Conduziu sozinha até ao hospital e, naquele dia, o teste à covid-19 deu positivo. Ia ficar internada em Infeciologia, mas num ápice acabou nos Cuidados Intensivos. É fintada pela memória, não se lembra de nada. "Sentia alguma falta de ar, mas não ao ponto de ficar ligada ao ventilador. Contaram-me que piorei muito de tarde e que me induziram o coma".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG