INE

Crescimento da população abranda em 2020

Crescimento da população abranda em 2020

Em 2020, a Portugal ganhou mais duas mil pessoas, sobretudo graças ao saldo migratório. Ainda assim, não foi suficiente. No ano passado, o crescimento da população residente foi inferior ao de 2019.

Segundo as Estimativas de População Residente em Portugal 2020, divulgadas, esta segunda-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o país tinha em 31 de dezembro de 2020 uma população residente estimada de 10.298.252 pessoas (4.858.749 homens e 5.439.503 mulheres), ou seja mais 2.343 pessoas que em 2019. O que se traduz numa taxa de crescimento efetivo ligeiramente positiva (0,02%).

"O ligeiro acréscimo populacional em 2020 resultou de um saldo migratório de 41.274 pessoas (44.506 em 2019), que compensou o saldo natural negativo, agravado em 2020 para -38.931 (-25.214 em 2019). Estes resultados traduziram-se em taxas de crescimento efetivo, migratório e natural de 0,02%, 0,40% e -0,38%, respetivamente", explica o INE.

De acordo com o INE, no ano passado, o saldo migratório (41.274) foi "positivo pelo quarto ano consecutivo". "Apesar das limitações impostas para combate à pandemia em 2020, os movimentos migratórios internacionais registaram alguma dinâmica, estimando-se um total de 67.160 imigrantes permanentes (contra 72.725 em 2019) e 25.886 emigrantes permanentes (28.219 em 2019)

Ainda assim, o saldo migratório não foi suficiente para suster uma tendência decrescente da população. Em 2020, o crescimento da população foi inferior ao de 2019, ano em que se registaram mais 19.291 residentes no país.

O INE revela ainda que o número estimado de emigrantes temporários (42.323) continuou a ser superior ao de emigrantes permanentes (25.886), tendo, contudo, diminuído 13,3%, relativamente a 2019 (48.821).

Nas estimativas, divulgadas esta segunda-feira, é possível apurar ainda que o número de filhos por mulher em idade fértil desceu para 1,40 filhos (1,42 em 2019), em consequência da redução da natalidade verificada em 2020.

PUB

Por isso, em 2020, "o envelhecimento demográfico continuou a acentuar-se". "O índice de envelhecimento, que compara a população com 65 e mais anos (população idosa) com a população dos 0 aos 14 anos (população jovem), atingiu o valor de 167,0 idosos por cada 100 jovens (163,2 em 2019).

A idade mediana da população residente em Portugal, que corresponde à idade que divide a população em dois grupos de igual dimensão, passou de 45,5 anos em 2019 para 45,8 anos em 2020", divulga o INE.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG