Polémica

Críticas a Ventura por substituir três vice-presidentes

Críticas a Ventura por substituir três vice-presidentes

André Ventura recusou, este domingo de manhã, que a saída dos três vice-presidentes da Direção Nacional do Chega tenha a ver com "alternativa política". Nas eleições deste domingo, no congresso que decorre em Coimbra, saem da direção Diogo Pacheco Amorim, Nuno Afonso e José Dias, que o acompanhavam desde o início.

À chegada a Coimbra, para votar, André Ventura disse que o assunto foi "falado atempadamente", apesar de ontem à noite Nuno Afonso ter criticado a forma como soube que iriam ser afastados. O também coordenador autárquico disse mesmo que foi apanhado de surpresa e lembrou que "André não esteve sozinho" na criação do partido.

"Não há uma razão. Não tem a ver com alternativa política", assegurou André Ventura. Tem antes a ver com uma "mensagem que queremos passar, de renovação", com mais jovens e mulheres.

A lista A para a Direção Nacional, a única apresentada, é encabeçada por André Ventura e tem como novos vice-presidentes António Tanger, Gabriel Mithá Ribeiro, Marta Trindade, Ana Motta Veiga e Pedro Frazão. Na eleição votam os 400 delegados ao congresso. As urnas já fecharam e os resultados serão conhecidos à tarde.

A direção, explicou o líder do Chega, deve ser aprovada por uma "maioria clara". "O que vão votar é se querem este projeto ou um projeto alternativo, um projeto diferente, como espero que não aconteça".

"Esta é uma lista que tem condições de assegurar a nossa chegada ao Governo nos próximos anos", acrescentou Ventura, reiterando essa intenção. "O nosso projeto foi claro, de não fazer coligações fictícias, mas fazer imposições ao PSD em matéria de Governo", insistindo na ambição de governar a nível autárquico e legislativo.

PUB

O documento com o programa não foi apresentado neste congresso, como tinha sido prometido. "Tínhamos este documento preparado, mas entendemos, pela complexidade do documento e pelas discussões que íamos fazendo com os delegados", que era "talvez extemporâneo realizar o debate hoje" e será feito mais tarde, no Conselho Nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG