Covid-19

CUF oferece 50 ventiladores ao Serviço Nacional de Saúde

CUF oferece 50 ventiladores ao Serviço Nacional de Saúde

O grupo José de Mello, dono dos hospitais privados CUF, ofereceu 50 ventiladores ao Serviço Nacional de Saúde (SNS). Os equipamentos, novos, já estão a chegar às unidades de saúde. O setor da saúde privada diz estar "disponível para ajudar". Terça-feira, há uma reunião com a Direção-Geral da Saúde para definir em que moldes será feita essa colaboração

Ao que o JN apurou, o presidente da José de Mello Saúde, Salvador de Mello, já disse ao primeiro-ministro, António Costa, que os hospitais CUF estão à disposição para ajudar nesta fase crítica do combate ao Covid-19. E, porque os ventiladores serão fundamentais para salvar os casos mais graves, reforçou os equipamentos nos hospitais do grupo e ofereceu 50 novos ventiladores ao SNS.

Já a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) explica que "a disponibilidade para colaborar é geral". Para amanhã está já marcada uma reunião entre os privados e a Direcção-Geral da Saúde, a fim de acertar os moldes dessa cooperação, mas em cima da mesa poderá estar a possibilidade de os privados poderem prestar assistência aos casos de menor gravidade, libertando os hospitais de referência para os casos graves.

Outras Notícias