Exclusivo

Dez banhistas resgatados por dia na Caparica

Dez banhistas resgatados por dia na Caparica

Maioria é apanhada por agueiros, característicos dos dias em que o mar não tem ondas e a água está tépida e acastanhada.

Todos os dias, em média, os nadadores-salvadores na Costa da Caparica, Almada, resgatam dez pessoas apanhadas por agueiros, as correntes de retorno fortes que se formam no mar junto ao areal, que levam os banhistas para fora de pé e contra as quais nem sequer o melhor nadador do Mundo consegue lutar. A informação é avançada pelo comandante da Polícia Marítima de Lisboa, mas, de acordo com os nadadores-salvadores, até peca por defeito.

Só na praia do Tarquínio Paraíso, os nadadores-salvadores dizem que fazem esse número de resgates diariamente porque os banhistas ignoram os avisos de perigo colocados no areal com sinaléticas informativas. Esta é das mais procuradas por quem chega à Costa da Caparica de autocarro, já que é a primeira para quem entra no paredão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG