Rastreio

DGS revê critérios para testar contactos de infetados com covid-19

DGS revê critérios para testar contactos de infetados com covid-19

A ministra da Saúde, Marta Temido, pediu um alargamento dos critérios de testagem e a DGS vai alterar a estratégia e recomendar testes aos contactos de casos positivos de covid-19.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) apresentará "ainda esta semana ao Ministério da Saúde uma proposta de revisão da estratégia de testagem", avança a rádio TSF, esta quarta-feira.

Na terça-feira, vários especialistas defenderam na reunião no Infarmed o aumento de testagem e a ministra da Saúde defendeu que o número de testes não é uma "alternativa" ao confinamento, mas sim "uma medida que ajuda a prevenir um descontrolo da infeção".

Marta Temido revelou que o Governo tem insistido, junto da DGS, na necessidade de "alargamento" da testagem. Em concreto, a governante pretende que os contactos sejam rastreados "independentemente do grau de risco" e considera esta uma "boa oportunidade" para rever os critérios - até porque, reforçou, as condições de testagem são hoje "muito superiores" do que eram no passado.

Na resposta à TSF, a DGS explica que o objetivo da revisão da estratégia de testagem passa por "fomentar as ações de rastreio, bem como os testes a realizar a contactos de casos positivos de covid-19".

Atualmente, os testes aos contactos de um caso positivo de covid-19 são considerados de acordo com a avaliação do risco pelas Autoridades de Saúde.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG