Exclusivo

Dia das romarias sem procissões ou fogo de artifício

Dia das romarias sem procissões ou fogo de artifício

Assunção de Nossa Senhora é a data com mais festas do Norte ao Sul, mas este ano voltam a estar condicionadas.

O dia 15 de agosto é sinónimo de romaria em muitos pontos do país. Do Norte ao Sul, é tradição festejar a Assunção de Nossa Senhora nas aldeias e cidades, não raras vezes em torno dos adros das igrejas, num ritual de afirmação comunitária que este ano volta a estar condicionado pela proibição de procissões e de fogo de artifício.

Na Póvoa de Varzim, a tradicional procissão costumava parar em frente ao porto de pesca, para ver milhares de foguetes a serem lançados a partir dos barcos engalanados. Ao lado, em Santo Tirso, a procissão matinal seguia da capela velha até ao Mosteiro de Nossa Senhora d"Assunção, onde se multiplicavam os atos de adoração. Um único andor, da padroeira de Santo Tirso, era suficiente para juntar centenas de pessoas a subir o Monte Córdova. Em Torre de Moncorvo, onde a Nossa Senhora da Assunção também é padroeira, o festejo deste culto mariano remonta a pelo menos 1695. A procissão costumava ser o ponto alto das festas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG