DGS

Distribuídos quatro milhões de preservativos no último ano

Distribuídos quatro milhões de preservativos no último ano

Cerca de quatro milhões de preservativos masculinos e femininos foram distribuídos no último ano, através de organizações não-governamentais, escolas, centros de saúde, hospitais e estabelecimentos prisionais.

De acordo com a Direção-Geral de Saúde (DGS), trata-se de um aumento de 33% no número de preservativos entregues num ano em que foram ainda dadas 400 mil embalagens de gel lubrificante. Este domingo, para assinalar o Dia Internacional do Preservativo, a autoridade de Saúde vai lançar uma campanha de incentivo ao uso adequado do preservativo nas suas redes sociais e website. Serão distribuídos, ainda, preservativos grátis.

"É fulcral continuar a apostar no acesso gratuito e facilitado aos meios preventivos, como os preservativos, mesmo em contexto de pandemia, pela sua elevada eficácia na prevenção de infeções sexualmente transmissíveis e de gravidezes não desejadas, bem como repensar novas formas de abordagem às populações alvo", frisa a DGS.

PUB

Em Portugal, segundo o Índice Mundial da Saúde das Mulheres, apenas 22% das mulheres realizaram um exame para detetar doenças sexualmente transmissíveis. Para a Hologic e para a Gallup, as empresas que realizaram o estudo, a percentagem de mulheres que faz exames preventivos é "baixa". A situação agravou-se com a pandemia da covid-19.

"Os cuidados preventivos são um primeiro passo vital para combater doenças e infeções que afetam a esperança de vida e a fertilidade das mulheres", frisou Susan Harvey, médica e vice-presidente de Global Medical Affairs da Hologic.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG