Exército

Dois processos disciplinares pelas mortes nos Comandos

Dois processos disciplinares pelas mortes nos Comandos

O Exército instaurou dois processos a militares por "indícios de prática de infração disciplinar" no âmbito da morte de dois militares no 127.º curso de Comandos.

"Na sequência dos processos de averiguações instaurados no âmbito do 127.º Curso de Comandos e tendo-se apurado nos mesmos indícios da prática de infração disciplinar, foi determinada a abertura até à presente data de dois processos disciplinares pelo Comandante das Forças Terrestres", refere o Exército esta quinta-feira em comunicado.

Dois militares morreram na sequência do treino do 127.º Curso de Comandos na região de Alcochete, no distrito de Setúbal, que decorreu no dia 4 de setembro, e vários outros receberam assistência hospitalar.

Hugo Abreu, 20 anos, natural da Ribeira Brava, na ilha da Madeira, morreu no mesmo dia do treino devido a um "golpe de calor", segundo informou o Exército.

Dylan da Silva, 20 anos, estava internado no hospital Curry Cabral, em Lisboa, em falência hepática e morreu a 10 de setembro.

PUB

Além do processo de averiguações interno aberto pelo Exército, que ditou então estes dois processos disciplinares, as mortes estão ainda a ser investigadas pelo Ministério Público e pela Polícia Judiciária Militar.

Para além deste inquérito, decorre uma inspeção técnica extraordinária que incide sobre os referenciais do curso e o processo de seleção.

Até estar concluída essa inspeção, está suspensa a realização de mais cursos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG