O Jogo ao Vivo

França

Dono da carrinha do trágico acidente em Lyon regressa a Portugal

Dono da carrinha do trágico acidente em Lyon regressa a Portugal

O proprietário da carrinha implicada no acidente que matou 12 emigrantes, em março, próximo de Lyon, França, foi libertado, esta sexta-feira de manhã, e está de regresso a Portugal.

Arménio Pinto, de 35 anos, estava detido desde 31 de março, na prisão de Moulins, e, segundo o seu advogado, foi colocado sob controlo judicial na segunda-feira passada.

O proprietário da carrinha é também o tio do motorista, Ricardo Videira, de 19 anos: o único sobrevivente do desastre ocorrido na estrada nacional 79.

De acordo com o advogado francês de Arménio Pinto, o julgamento pode começar no final de 2017. O condutor, impedido de sair de França por ordem judicial, pode ser condenado a dez anos de prisão, enquanto o tio corre risco de ser condenado a cinco anos.

A carrinha viajava da Suíça para Portugal quando o acidente aconteceu, poucos minutos antes da meia-noite, perto de Lyon. Os 12 portugueses tinham partido da região de Lausanne pelas 20 horas locais e deslocavam-se para Portugal para passar o fim de semana da Páscoa

Já em Moulins, no departamento de Allier, no centro de França, a carrinha desviou-se para a faixa da esquerda da estrada nacional 79 (EN79) e colidiu com o camião, que não conseguiu evitar o choque frontal.

As 12 vítimas eram dos concelhos de Cinfães, Sernancelhe, Oliveira de Azeméis, Pombal, Castelo de Paiva, Arouca e Trancoso.

PUB

O condutor da carrinha e os dois condutores italianos do camião sobreviveram ao acidente, mas ficaram feridos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG