Nacional

Nem ambiente nem emprego: o vazio

Nem ambiente nem emprego: o vazio

Junho poderia ter sido um mês mais feliz. A Cimeira do Rio de Janeiro (Rio+20) falhou. A crise económica demole qualquer agenda paralela. Quando a Europa não lidera nos temas ambientais não há combate ao aquecimento global ou à perda de biodiversidade no planeta. Como os média europeus passaram o mês perdidos entre a crise do euro e os jogos do Euro, não houve pressão em cima da União Europeia e dos chefes de Estado.

Obviamente, nada aconteceu. O desemprego é a outra face da moeda de um contexto social hostil que não tem novas luzes. As medidas de crescimento dependem da vontade da Europa se manter unida.

Mas falta também afirmar-se uma outra competitividade baseada em maior inovação por um lado, mas também no equilíbrio e respeito pelos direitos sociais à escala global. A Europa tem sido o farol do mundo. Substituímo-lo pelo quê?

Leia as respostas do painel.