Conferências de Matosinhos

Violência no namoro aumentou 44%

Violência no namoro aumentou 44%

A violência entre namorados ou ex-namorados registou um aumento de 44,4% no último ano, indica um estudo da Comissão Nacional de Prevenção de Violência Doméstica do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF).

Em 2015, este organismo efetuou perícias médicas a 699 pessoas após queixas de agressões no contexto de uma relação de namoro, atual ou passada. No ano anterior, tinham sido 484. Na maior parte dos casos (87%), os agressores eram homens e as vítimas mulheres e houve mais casos envolvendo antigos relacionamentos (52,9%) do que atuais (47,1%). O maior número de vítimas encontra-se na faixa etária entre os 18 e os 25 anos, sendo que também houve um número elevado de denúncias (42) de pessoas entre os 14 e os 17 anos.

O vice-presidente do INMLCF, João Pinheiro, sublinhou que nem todas as vítimas fazem queixa e, por isso, estes números "não representam o fenómeno da violência no namoro na sua globalidade, mas, sim, o que chega até ao instituto".

Conferências de Matosinhos

Outras Notícias