Gripe A

Identificados 199 casos de gripe A em Outubro na Nicarágua

Identificados 199 casos de gripe A em Outubro na Nicarágua

As autoridades da Nicarágua revelaram, esta segunda-feira, que aumentaram para 199 o número de casos de Gripe A no país, mas insistiram ter o vírus H1N1 sob controlo.

Nas últimas horas, o Ministério da Saúde diagnosticou, pelo menos, 12 pessoas com a doença, sendo que do novo grupo de infectados, dez pessoas são adultos.

Wendy Idiáquez, responsável pela vigilância do Ministérios, revelou em conferência de imprensa que das 199 pessoas diagnosticadas com a gripe A desde 5 de Outubro, 11 permanecem hospitalizadas, mas apresentam uma boa evolução com excepção de uma menor que permanece em estado critico devido a doença crónica.

Manágua, capital do país, contabiliza 165 dos 199 casos do país confirmados com o vírus.

A doença foi ainda registada em Masaya - 15 casos -, León - 12 casos -, Jinotega - três casos -, Matagalpa - dois casos -, Rivas - um caso -, e Rio San Juan - um caso.

As autoridades salientaram também que 101 dos casos foram confirmados em menores de 15 anos.

Além do surto de gripe A, em Minsa foram também detectadas outras 12 pessoas com febre de dengue.

A Nicarágua permanece em alerta sanitário desde 7 de Outubro depois de detectados os primeiros casos de gripe A H1N1, doença que em 2009 provocou a morte a 11 pessoas entre os 2.732 casos de infecção confirmados.

Num ano, o vírus da gripe A provocou a morte a 19 mil pessoas em todo o mundo depois de ter sido identificado pela primeira vez no México e nos Estados Unidos em Abril de 2009, indicam os dados da Organização Mundial de Saúde.