Casa Pia

Sentença do processo Casa Pia adiada para Agosto

Sentença do processo Casa Pia adiada para Agosto

A leitura do acórdão no processo Casa Pia foi hoje, sexta-feira, adiada para 5 de Agosto.

Segundo o JN apurou, o colectivo de juízes, presidido por Ana Peres, emitiu um despacho marcando nova data, depois de ter recebido, hoje, sexta-feira, o relatório social de Carlos Silvino, o principal arguido no processo.

Fonte judicial explicou ao JN que as partes terão agora um prazo de cinco dias para se pronunciarem e na próxima sessão, marcada para dia 9 de Julho, será analisado o referido relatório, que foi refeito nas últimas semanas por uma equipa do Instituto de Reinserção Social, a pedido do tribunal.

Recorde-se que o julgamento dos abusos na Casa Pia, que teve início a 25 de Novembro de 2004, envolve sete arguidos, entre os quais o ex-apresentador de televisão Carlos Cruz, o médico Ferreira Dinis, o embaixador Jorge Ritto, o ex-provedor adjunto da Casa Pia Manuel Abrantes, o advogado Hugo Marçal e Gertrudes Nunes, proprietária de uma casa em Elvas onde alegadamente ocorreram os abusos sexuais.

O julgamento conta com 459 sessões.