O Jogo ao Vivo

Nacional

Milhares de pessoas concentradas na Avenida dos Aliados

Milhares de pessoas concentradas na Avenida dos Aliados

Milhares de pessoas estavam pelas 16.50 horas concentradas na Avenida dos Aliados, no Porto, gritando palavras de ordem como "Passos ladrão, pede a demissão" e "O povo não quer gatunos no poder".

As milhares de pessoas concentradas para a manifestação contra as medidas de austeridade, cujo inicio está marcado para as 17 horas, gritavam também "FMI fora da daqui", tendo aplaudido fortemente os trabalhadores da cerâmica de Valadares quando estes se juntaram ao protesto.

Há também centenas de cartazes, onde se pode ler "Corruptos na prisão já", "Somos apartidários, queremos o povo no poder", ou "cortem nos lucros, não nos salários".

"Descontei 45 anos e quero o dinheiro que me roubaram", "Hoje é o ultimo dia deste Governo", "A austeridade destrói", "Contra os ladrões, marchar" e "Políticos tenham vergonha, merecemos respeito" são outras das frases dos cartazes empunhados pelos manifestantes, mas também há bandeiras da CGTP e do sindicato dos professores do Norte, afeto à Fenprof.

O Porto é uma das 40 cidades para onde estão agendados os protestos.

O apelo para a manifestação "Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas!" surgiu na Internet, através das redes sociais, e foi inicialmente organizada por algumas pessoas de Lisboa, mas acabou por ser acolhida em várias regiões de Portugal, assim como em Fortaleza (Brasil), Berlim, Barcelona, Bruxelas, Paris e Londres.

Outras Notícias