O Jogo ao Vivo

Nacional

Polícia britânica recebeu mais de 2400 chamadas sobre caso Maddie

Polícia britânica recebeu mais de 2400 chamadas sobre caso Maddie

Os detetives que investigam o desaparecimento de Madeleine McCann, em 2007 no Algarve, receberam mais de 2.400 chamadas e 'e-mails' após a emissão de um programa televisivo que reconstruía o caso e pedia informações, informou a polícia britânica.

"Maddie", a criança britânica que se preparava para celebrar quatro anos, foi supostamente raptada de um apartamento num hotel da Praia da Luz, no Algarve, quando os seus pais, Gerry e Kate McCann, jantavam num restaurante próximo com amigos.

O programa da BBC "Crimewatch", emitido na segunda-feira na televisão pública britânica, reconstruiu, com a participação de atores, o suposto rapto da menor e solicitava a ajuda do público para a recolha de novas pistas sobre o caso.

Desde a emissão do programa, a polícia metropolitana de Londres disse, esta quinta-feira, que mais de 2.400 pessoas entraram em contacto com a equipa de investigadores, através de chamadas telefónicas ou correio eletrónico, para fornecer informações.

No início da semana, a polícia indicou ter eliminado uma pista que tinha seguido sobre um possível sequestrador de Madeleine, e tentava agora identificar um segundo homem, que foi visto a levar uma criança nos braços perto do complexo de apartamentos onde os McCann passavam férias no sul de Portugal.

O inspetor Andy Redwood afirmou que o desaparecimento da criança "com uma única leitura das provas, possui os ingredientes de um sequestro planeado".

A equipa de investigadores analisa agora vários roubos ocorridos nesta zona de Portugal no mês do desaparecimento de "Maddie", e uma série de pessoas que fingiam de forma fraudulenta estar a angariar dinheiro para crianças necessitadas.

PUB

Os agentes tentam ainda seguir a pista de vários homens, possivelmente dinamarqueses ou alemães, que foram vistos perto do apartamento onde os McCann estavam hospedados, e que justificou os apelos da polícia em televisões dos dois países.

Após a emissão de "Crimewatch", a BBC recebeu 400 chamadas, o estúdio da televisão dinamarquesa onde foi emitido 350 chamadas, e 500 pessoas também contactaram a televisão alemã que emitiu o programa.

"Apareci nos programas para pedir diretamente ao público ajuda sobre as linhas significativas da investigação", sublinhou Redwood, antes de assegurar que "essas linhas [de investigação] estão a ser analisadas".

O inspetor da polícia britânica acrescentou que a equipa de investigadores está "muito satisfeita" com a informação recebida após o programa e revelou que prevê uma emissão na Irlanda em novembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG