Portugal

Famalicão: "Todos os que vierem serão bem acolhidos"

Famalicão: "Todos os que vierem serão bem acolhidos"

Ana Paula e Artur Mesquita Guimarães têm seis filhos: Francisco, João Paulo, Zecas, Maria, Rafael e Tiago... cada um com a sua alcunha própria lá em casa e as suas especificidades.

"Nenhum substitui o outro ou é substituído", diz Artur Mesquita Guimarães, notando que os irmãos são os primeiros a estar ansiosos quando um mano vai nascer. O casal, de Brufe, Famalicão, sempre quis ter filhos, mas o número é que "não estava definido". Para já, a família conta com seis crianças, de 12, 11, nove, sete, cinco e três anos, e o casal não sabe se virão mais. "Não fazemos nada para os ter nem para não os ter. Por isso, todos os que vierem são bem acolhidos", nota.

Ana Paula e Artur já tinham ouvido falar que a zona Norte é onde as famílias têm mais filhos. "Os nossos amigos têm famílias mais ou menos grandes", dizem.

"Sabemos que há aqui famílias numerosas", sublinhou Artur, frisando que também ele e a mulher fazem parte dessa realidade. "Eu tenho 16 irmãos e a Paula tem seis", diz, explicando que há irmãos seus que têm mais do que seis filhos.

Entre risos, brincadeiras e perguntas dos mais novos, o casal Guimarães explica que há um espírito de entreajuda e que a logística não é nada complicada. "Eles ajudam-se e ensinam-se uns aos outros, por isso até ir às compras é mais fácil com eles do que com um ou dois", atira.

As deslocações são feitas na carrinha de nove lugares da família e Ana Paula e Artur dizem que a sua casa "é um caixote". "Porque temos seis crianças e a casa tem de ser prática e funcional", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG