Covid-19

E como fica o sexo durante a pandemia de coronavírus?

E como fica o sexo durante a pandemia de coronavírus?

"Let's talk about sex" é um manual sobre o sexo que as autoridades de saúde de Nova Iorque, nos EUA, prepararam sobre como fica a sexualidade num tempo em que se pede distanciamento social.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, já tinha avisado que neste tempo em que vivemos a braços com uma pandemia, não faz mal o casal virar as costas. "Vale virar as costas ao parceiro", aconselha Graça Freitas.

Mas as autoridades de saúde norte-americanas tiram, desde logo, o véu sobre o assunto. É possível haver intimidade, mas com cuidados.

O documento começa por alertar sobre a importância de ​​​​​​​minimizar o contacto com outros a fim de evitar o contágio pelo novo coronavírus. Na publicação é ainda possível saber de que forma a Covid-19 é transmissível: saliva e muco nasal, através de tosse e espirros, e o toque de mãos contaminadas.

"Há muito que aprender sobre a ligação entre a Covid-19 e o sexo", ressalva a autoridade de saúde americana, que escreve o artigo. Todavia, indicam as autoridades que o vírus não foi encontrado em esperma ou fluidos vaginais. Mas, foi encontrado nas fezes das pessoas infetadas.

Agora mais do que nunca é preciso colocar a higiene em primeiro lugar. Antes e depois de manter relações sexuais deve lavar-se bem. Nós somos também agentes de saúde, reclamam as autoridades nova-iorquinas. E a higiene começa por nós mesmos. A masturbação não propaga a doença. "Lavar as mãos e os brinquedos sexuais com sabão durante 20 segundos antes e depois do sexo", é o conselho que atravessa as duas páginas do "Let's talk about sex".

Pausa para quem vive do sexo

No texto, as autoridades aconselham a "considerar uma pausa nos encontros ao vivo" para quem vive do sexo. E aponta opções para manter a intimidade à distância: sexting e videoconferência. Contudo, refere o documento, como a saliva é potenciadora de transmissão do vírus, guarde os beijinhos apenas para o companheiro/a e evite andar, nesta altura, aos beijos com qualquer um. Nesta ocasião de coronavírus, só o casal já formado deve viver o sexo por inteiro. E não se esqueça dos cuidados com a higiene, antes e depois do ato sexual.

Outras Notícias