Nacional

É preciso carro para dar aulas de Inglês

É preciso carro para dar aulas de Inglês

O Inglês passa a ser obrigatório no 3.º ano do ensino básico, mas a contratação de professores está a apresentar muitas dificuldades.

É que, em muitos casos, é preciso que o docente tenha carro e conduza para deslocar-se entre as várias escolas do agrupamento onde foi colocado. O tempo da viagem não é contabilizado como serviço e têm de pagar o combustível. Muitos não aceitam estas condições, apesar do Ministério da Educação e Ciência (MEC) garantir que é possível pagar as deslocações "fora das localidades".

"Quem é o professor de Inglês que aceita um horário em que tem que percorrer centenas de quilómetros por semana, entre as escolas do agrupamento, no seu próprio carro, pagando o combustível e sem que o tempo das viagens conte como tempo de serviço ou horário letivo" - a de pergunta de Manuel Pereira, diretor do Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto, Cinfães, é repetida por outros responsáveis de agrupamentos escolares, sobretudo em zonas rurais.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa