Ensino público

Provas de aferição voltam ao 4.º ano

Provas de aferição voltam ao 4.º ano

Vão voltar as provas de aferição no 4.º ano do Ensino Básico. Estas provas, que em nada poderão modificar a avaliação sumativa dos alunos, serão a forma escolhida pelo Ministério da Educação para "substituir" os polémicos exames de Português e Matemática no quarto ano de escolaridade.

A "avaliação aferida" foi usada no sistema de ensino português, até Nuno Crato introduzir a realização de exames na avaliação dos alunos. Tiago Brandão Rodrigues, o atual ministro, prepara-se para anunciar o regresso das provas de aferição, um modelo que não altera a avaliação dos jovens estudantes, mas que permitirá ao ministério saber se os programas curriculares estão ou não a ser cumpridos e apreendidos.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa