Premium

Eleições no PSD: a minha candidatura tem mais e melhores apoios do que a tua

Eleições no PSD: a minha candidatura tem mais e melhores apoios do que a tua

No jogo de contar espingardas para as diretas de 11 de janeiro no PSD, há uma espécie de primeira e segunda liga, em que Miguel Morgado aparece no fundo da tabela, ainda sem apoios públicos conhecidos numa fase em que admite andar a recolher as necessárias 1500 assinaturas para formalizar uma candidatura.

Na primeira liga, Rui Rio e Luís Montenegro formam algo similar a um Benfica vs FC Porto, enquanto Miguel Pinto Luz, o único que já entregou algumas assinaturas, tenta obter pontos para ambicionar uma subida de divisão.

A luta pelo maior número possível de apoios leva à ostentação das listagens ao nível concelhio. Rui Rio tenta fugir ao habitual rol de nomes de notáveis, destacando, na página da candidatura, testemunhos de militantes de base, desde cozinheiros, a advogados, professores e artistas plásticos.