Legislativas 2015

António Costa não se demite

António Costa não se demite

António Costa assumiu "toda a responsabilidade" pelo resultado obtido pelo PS nas eleições legislativas, mas garante que não se vai demitir.

"Não me vou demitir", garantiu o secretário-geral do PS numa declaração onde se apresentou com boa disposição e sentido de humor.

"É-se líder nas boas horas e nas más horas, no momentos infelizes e nos momentos felizes. Mas nunca sou nem nunca serei um problema para o PS. Nunca faltarei quando for preciso e nunca ficarei quando estiver a mais", acrescentou.

Mesmo assim, não deixou de assumir responsabilidade pelo resultado. "Quero que fique muito claro: o PS não alcançou os objetivos eleitorais que se propôs e eu, como secretário-geral, assumo por inteiro a responsabilidade política e pessoal pelo resultado do PS", disse.

"Quero felicitar Pedro Passos Coelho e Paulo Portas pelo resultado que alcançaram nestas legislativas", declarou, deixando antever que não irá "viabilizar maiorias negativas". "Ninguém conte connosco para viabilizar a política da coligação", disse.

"A coligação tem de perceber que há um novo quadro político e não pode julgar que pode continuar a governar como se nada tivesse acontecido", assegurou.

"Agradeço a todos os portugueses que depositaram hoje a sua confiança no PS e a quem quero garantir que o PS será, nesta legislativa, inteiramente fiel a todos os compromissos que assumiu com os portugueses. E que, qualquer que seja o lugar que ocupemos na Assembleia da República, vamos cumprir o que juramos aos nossos eleitores", rematou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG