Sampaio da Nóvoa

Nóvoa não comenta acusações "absurdas"

Nóvoa não comenta acusações "absurdas"

O candidato a presidente da República António Sampaio da Nóvoa escusou-se a comentar as dúvidas lançadas por Cândido Ferreira sobre o seu percurso académico, definindo somente as acusações do também aspirante a Belém como "absurdas".

"Já me disseram que todos os dias tem havido uma acusação diferente, dia após dia tem havido uma acusação diferente. Não vou responder a nenhuma dessas acusações. São acusações tão absurdas que não faz nenhum sentido [responder]", disse Nóvoa aos jornalistas.

O antigo reitor e candidato a Presidente foi questionado na Marinha Grande, à margem de uma visita à empresa TJ Moldes, e as suas palavras surgiram depois de hoje, em Aveiro, o candidato Cândido Ferreira ter desafiado Nóvoa a esclarecer o seu percurso académico, nomeadamente a forma como obteve a sua licenciatura.

Falando na Universidade local, onde hoje foi recebido pelo respetivo reitor, Manuel Assunção, Cândido Ferreira disse não estar a fazer acusações, mas sim perguntas, a que o candidato Sampaio da Nóvoa deve responder para que "não fique a suspeita de qualquer mácula sobre o seu currículo académico".

"Faço perguntas, baseado em rumores que têm vindo a surgir desde há dois meses, que não foram respondidos, e perante as dúvidas que suscita o livro que o próprio candidato assinou", declarou referindo-se ao livro autobiográfico de Sampaio da Nóvoa intitulado "Política de Vida".

Hoje mesmo a candidatura de Cândido Ferreira lançou uma "Nova carta aberta a Sampaio da Nóvoa", em que o confronta com dúvidas sobre a sua carreira, alegando que o curso "Formação de Professores de Educação pela Arte", que Nóvoa terá frequentado na Escola Superior de Teatro e Cinema, "não confere licenciatura" e que o certificado obtido "apenas o credenciou enquanto professor primário".