Presidenciais 2016

Nóvoa vai voltar à universidade

Nóvoa vai voltar à universidade

Sampaio da Nóvoa disse, este domingo, que não tendo obtido o objetivo de passar à segunda volta, irá agora "voltar à vida universitária".

Na reação aos resultados desta noite, o ex-reitor admitiu que os meses que antecederam as eleições foram "um tempo extraordinário".

Durante o seu discurso, Nóvoa sublinhou o caráter positivo da sua campanha, afirmando que tentou apelar "à união contra fraturas e clivagens", união para a qual diz agora querer continuar a contribuir.

"Também agora quero contribuir para esta união em torno do povo português, sem hesitações, sem reticências e com uma profunda convicção democrática", declarou, assumindo a responsabilidade por não ter conseguido passar à segunda volta.

O antigo reitor frisou que o "pouco" que faltou para passar à segunda volta é da sua "inteira responsabilidade", porque "a mobilização das pessoas foi absolutamente impressionante" e é uma marca "que não se apaga da nossa democracia".

Nóvoa aproveitou ainda para apelar aos portugueses para que mantenham a sua participação cívica e também que se unam em torno de uma "força tranquila de convergências internas" para que o país "melhor se possa afirmar no exterior".

O candidato que ficou em segundo lugar nestas eleições presidenciais agradeceu aos portugueses a confiança que nele depositaram, vincando que o caminho que fez em conjunto com todos os que o apoiaram "termina aqui".

PUB

Nóvoa terminou o seu discurso sob fortes aplausos das dezenas de pessoas que se encontravam na sede de campanha da sua candidatura, em Lisboa, enquanto gritavam "obrigado".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG