segurança social

Portas cita Bagão e Teixeira dos Santos para dizer que não é tempo para aventuras

Portas cita Bagão e Teixeira dos Santos para dizer que não é tempo para aventuras

O presidente centrista recorreu à "independência crítica" de Bagão Félix e Teixeira dos Santos para argumentar que o programa socialista para a Segurança Social comporta riscos.

Num almoço em Mesão Frio, no distrito de Braga, Paulo Portas quis deixar "reflexões sobre o futuro, de duas pessoas que serão certamente críticas com este Governo e com esta maioria", e com uma "independência crítica" que não pode pôr em causa.

"O doutor Bagão Félix, que conheço bem, disse hoje que comparando o programa da Segurança Social da coligação e do PS aquele que contém riscos verdadeiros e perigosos é o do PS. Até o antigo ministro das Finanças Teixeira dos Santos, que foi quem pediu o resgate, veio dizer que o programa do PS contém riscos", afirmou.

"A pergunta que eu gostaria de fazer ao eleitorado do centro é simples e é esta: estará Portugal em altura de correr riscos ou de se meter em aventuras? Ou este é o momento para consolidar, dar confiança, recuperar, e termos quatro anos bem melhores porque conseguimos recuperar a autonomia de Portugal?", questionou.

Paulo Portas pediu "estabilidade" para aproveitar os próximos quatro anos para "recuperar rendimentos, moderar a carga fiscal e fazer crescer mais a economia, para fazer crescer mais o emprego".

"Com confiança e estabilidade isto é possível", declarou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG