Presidenciais

Sampaio da Nóvoa demonstra dotes para o futebol

Sampaio da Nóvoa demonstra dotes para o futebol

O candidato presidencial Sampaio da Nóvoa dedicou o quarto dia de campanha ao sul do país e no Algarve teve oportunidade de demonstrar os seus dotes de futebolista, durante uma ação de rua, em Lagos.

Desafiado por uma jovem, o candidato mostrou que ainda não perdeu a habilidade para o futebol e deu uns toques numa bola com os joelhos, perante os aplausos das pessoas que o rodeavam, terminando a demonstração com um toque de cabeça.

Pouco antes, tinha dado um pequeno passeio pelo centro da cidade, acompanhado pela presidente da autarquia local, Joaquina Matos, onde ouviu palavras de incentivo, como as de uma idosa, que elogiou o seu "tom calmo, discreto e seguro".

Num breve discurso proferido numa das principais praças da cidade, António Sampaio da Nóvoa reforçou a ideia de que a sua campanha para as eleições presidenciais de 24 de janeiro é feita para as pessoas e que em cada uma delas existe a capacidade de construir um futuro melhor para o país.

"Eu quero que estas eleições, em todos os momentos, sejam definidas não por um eu, mas por um nós", insistiu, acrescentando querer fomentar a proximidade com os portugueses, trazendo a Presidência da República de volta ao "coração" das pessoas.

A presidente da Câmara de Lagos revelou, por seu turno, que foi no discurso de Sampaio da Nóvoa proferido em junho de 2012, quando este era presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, que se apercebeu de que Nóvoa seria o candidato ideal ao cargo.

"Eu e muitos portugueses decidimos: este é o homem de que nós precisamos nesta altura, neste momento de desânimo, e que daqui a uns anos irá ser o meu candidato a Presidente da República", afirmou.

Depois da ação em Lagos, a caravana deslocou-se até Portimão onde o candidato prestou homenagem a Manuel Teixeira Gomes, Presidente da República, entre 1923 e 1925.

Perante algumas dezenas de apoiantes que se deslocaram até à Casa Manuel Teixeira Gomes, no centro da cidade, Nóvoa vincou que a República portuguesa está "consolidada, madura", e prova disso são os últimos meses da política nacional, com a viabilização parlamentar do executivo do PS.

"Esta candidatura é feita da liberdade de estar sempre na coisa pública, na causa pública", prosseguiu o aspirante a Belém.

De noite, Nóvoa dá um comício em Faro, a maior cidade algarvia.