Sondagem

Eleitores socialistas querem Orçamento negociado à Esquerda

Eleitores socialistas querem Orçamento negociado à Esquerda

Quase dois terços dos eleitores socialistas (59%) querem um Orçamento do Estado negociado à Esquerda e quase metade (43%) quer BE e PCP no mesmo barco. Esta última solução é também a que recolhe mais preferências entre o conjunto dos portugueses (26,1%), ainda que com escassa vantagem sobre um acordo a dois entre PS e PSD (24,3%). Há menos divisão quanto à hipótese de o Governo cair por causa do Orçamento: 65% concordam com Marcelo e com a ideia de que não é tempo para crises políticas.

Foi em final de agosto que António Costa deixou a ameaça para os seus eventuais parceiros à Esquerda: preferia deixar cair o Governo e forçar eleições a ser obrigado a negociar o Orçamento de 2021 à Direita. "Se não houver acordo, é simples: não há Orçamento e há uma crise política", disse o primeiro-ministro ao "Expresso". Marcelo Rebelo de Sousa foi rápido na reação: "Crise que envolva dissolução [do Parlamento] não haverá". Por todas as razões e mais uma: o prazo constitucional para o presidente aplicar essa decisão terminou em setembro.

Limite a 10 de outubro

Ultrapassado o sobressalto, e quando faltam três semanas para o limite do prazo de apresentação do Orçamento (10 de outubro), as negociações à Esquerda prosseguem (e poderão continuar por mais 50 dias na Assembleia da República). E são mais os portugueses que preferem que seja assim (37,8%) do que aqueles que defendem diferentes geometrias à Direita (33,6%).

Entre os eleitores da antiga "geringonça", um acordo tripartido é a solução mais apreciada. Mas vale a pena registar que 48% dos eleitores do PSD gostariam de ver Rui Rio a negociar com António Costa (o mesmo defendem 27% dos eleitores socialistas). Um acordo orçamental entre PS e o conjunto da Direita tem 9,3% de apoio no geral e é a solução preferida entre os adeptos do Chega (34%).

1,5%
São muito poucos os que defendem um acordo orçamental exclusivamente entre o PS e o PAN, mesmo entre os eleitores deste último.

9,9%

Uma solução apenas com o BE é a terceira mais citada. Mas não é a preferida dos bloquistas, que apontam ao trio de Esquerda.

27%

A maior parcela de portugueses, quando é confrontada com a negociação orçamental para 2021, simplesmente não tem opinião.

Outras Notícias