O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Em dois anos, 27 mulheres morreram na sequência da gravidez

Em dois anos, 27 mulheres morreram na sequência da gravidez

Taxa de mortalidade materna continua em níveis elevados. "Assunto da maior gravidade" que deve ser cientificamente estudado, alerta a Ordem dos Médicos.

A taxa de mortalidade materna continua em níveis elevados. Em 2019, morreram 12 mulheres por complicações da gravidez, parto ou puerpério. São menos três óbitos face a 2018, ano com número recorde de mortes maternas - 15 -, obrigando as autoridades de saúde a criarem uma task force para avaliar a situação. Em dois anos, contam-se 27 óbitos, com 2018 e 2019 a responderem pelas piores taxas de mortalidade materna desde 1990. Respetivamente, 17,2 e 12,7 óbitos por 100 mil nascimentos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG