Proteção Civil

Em dois dias, há 29 feridos e cinco habitações atingidas pelas chamas

Em dois dias, há 29 feridos e cinco habitações atingidas pelas chamas

Doze agentes da proteção civil ficaram feridos nos incêndios dos últimos dois dias e 17 civis foram assistidos, anunciou a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, que contabiliza ainda uma pessoa desalojada e cinco habitações destruídas ou danificadas.

"Temos 12 feridos ligeiros dos agentes de proteção civil e 17 civis assistidos. De salientar aqui que não há nenhum ferido com gravidade", disse o comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, numa declaração à comunicação social, realizado pelas 19 horas na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, em Carnaxide, no concelho de Oeiras (Lisboa).

Segundo o comandante nacional, nove dos feridos ligeiros operacionais e 16 dos civis foram registados na sexta-feira e os restantes este sábado.

PUB

Quanto aos danos, André Fernandes disse que, no incêndio que está a lavrar no distrito de Santarém, em Ourém, duas habitações e dois anexos de outras duas habitações ficaram destruídos pelas chamas, enquanto em Vale de Pia, no concelho de Pombal (Leiria), três habitações foram danificadas.

"Até agora foi registado um desalojado no incêndio de Santarém", acrescentou ainda o comandante, esclarecendo que a Câmara Municipal acionou o apoio social "e, portanto, a situação ficou resolvida".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG