Vistos gold

Em nove anos, 431 russos trouxeram 278 milhões para Portugal

Em nove anos, 431 russos trouxeram 278 milhões para Portugal

O investimento oriundo da Rússia, captado pelo programa dos vistos "gold", totaliza mais de 277,8 milhões de euros em nove anos. A quantia provém dos 431 cidadãos desse país que, desde 2012, utilizaram esse mecanismo para conseguirem autorização de residência em Portugal.

Esta quinta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, garantiu que o Governo sancionará qualquer cidadão russo que seja incluído na lista de sanções da União Europeia. Ao JN, a presidente da associação Transparência e Integridade, Susana Coroado, aplaude a decisão.

"Mais do que uma retaliação, esta é uma medida fundamental porque corta a proteção financeira e legal que os oligarcas que apoiam o regime têm", afirma Susana Coroado. Muitos têm "empresas de fachada", que funcionam "com a autorização" das autoridades europeias e nacionais, e que "alimentam o poder" de Governos como o russo, explica.

PUB

Questionada sobre se Roman Abramovich, o dono do clube inglês Chelsea que, recentemente, conseguiu nacionalidade portuguesa, poderá vir a ser sancionado, Susana Coroado admite que isso aconteça, "dependendo da vontade" das autoridades. Lembra que, no Reino Unido, a origem da fortuna do magnata já está a ser questionada "há vários meses" pelos partidos políticos, em particular o Trabalhista.

Sobre o possível impacto que as sanções a cidadãos russos poderá ter na economia portuguesa, Susana Coroado admite não ter dados para responder. "Não sabemos, porque nunca conhecemos verdadeiramente o impacto positivo dos vistos gold", refere. Esta sexta-feira, o BE questionou o Governo sobre que tipo de sanções estarão a ser pensadas.

Desde 2012, o programa dos vistos 'gold' captou mais de seis mil milhões de euros, vindos de 10348 cidadãos estrangeiros. A Rússia é o quinto país com maior atribuição de vistos "gold", atrás da China, Brasil, Turquia e África do Sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG