Lisboa

Greta Thunberg: "Estamos a subestimar a força dos miúdos irritados"

Greta Thunberg: "Estamos a subestimar a força dos miúdos irritados"

Chegada a Lisboa com atraso em relação à hora prevista, Greta Thunberg agradeceu a receção calorosa no nosso país. "Sinto-me honrada por estar em Lisboa e em Portugal", disse. A jovem sueca vai ficar alguns dias na capital para descansar e assentar ideias, antes de partir de comboio para a COP25, em Madrid.

"Ainda estamos assoberbados", acrescenta Greta Thunberg que revelou que em alto mar há muito pouco que fazer e que a tripulação "está desligada do mundo". De caminho para Madrid, onde está a decorrer a cimeira sobre Ambiente COP25, a ativista reforça que vai continuar a lutar e a pressionar aqueles que estão no poder. Mas realça: "Para mudar tudo, precisamos de todos", disse.

Questionada sobre o aeroporto do Montijo, Greta não se adiantou muito: "Não sei o contexto disto, contudo temos de saber se o que é bom hoje, vai ser bom no futuro". No local, vários ativistas envergavam cartazes onde se lia a seguinte frase: "mais avião só para brincar".

Sobre a conotação negativa que as greves climáticas, realizadas à sexta-feira por estudantes, estão a receber, a jovem respondeu com confiança: "Estão a subestimar a força dos miúdos irritados".

A carta que recebeu do Ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, foi também referida na conferência de imprensa, porém Greta não se quis comprometer. "Recebemos muitas mensagens e não posso confirmar se recebi a carta", disse aos jornalistas. No entanto, realçou que nenhum país do mundo, neste momento, "está a fazer o suficiente" pelo clima.

Antes do discurso e das respostas de Greta aos meios de comunicação social, Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, referiu o quão entusiasmante era receber a jovem em Lisboa. "Não estamos a vencer esta batalha [alterações climáticas], mas precisamos de ti", disse o autarca.

Ao contrário do que seria de esperar, a jovem ativista vai passar alguns dias em Lisboa antes de rumar a Madrid, Espanha. A estadia servirá para Greta Thunberg descansar e planificar a sua intervenção na cimeira do clima.

Já em território espanhol, a jovem deverá participar no protesto contra as alterações climáticas que se realiza na sexta-feira.