Nacional

Emigrante perseguiu ex-mulher e matou-a a tiro numa rua em França

Emigrante perseguiu ex-mulher e matou-a a tiro numa rua em França

Um emigrante português perseguiu a ex-companheira e matou-a a tiro numa rua de Cavaillon, em França. Tentou suicidar-se e ficou em estado grave.

João Guilherme Espadinha, 63 anos, e Lídia Ferreira da Costa, de 57, estavam separados há dois meses. Na segunda-feira ao início da noite, o homem perseguiu a ex-companheira numa rua de Cavaillon, no sul de França, e assassinou-a a tiro de caçadeira.

João Espanhinha tentou depois suicidar-se, com um tiro na cara. Ficou gravemente ferido, conta o jornal francês "La Provence", e foi evacuado de helicóptero.

O casal tinha dois filhos, que não viveriam em França, segundo contou uma testemunha àquele jornal. "Ela era muito discreta. Trabalhava numa empresa de distribuição de frutas e legumes. Levantava-se às 4 da manhã e depois do trabalho ainda fazia limpeza num bar", contou uma vizinha ao "La Provence".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG