Tragédia

Portugueses que morreram em França eram de Foz Côa e Lousada

Portugueses que morreram em França eram de Foz Côa e Lousada

O autocarro que, este domingo de madrugada, se despistou, no centro de França, seguia para Genebra, na Suíça, com emigrantes que tinham vindo passar a passagem de ano a Portugal.

Entre as vítimas mortais do acidente está o casal José e Lídia Montez, natural de Freixo, Vila Nova de Foz Côa, que regressava à Suíça depois de ter cumprido a tradição de passar o ano em Portugal. Há cerca de 30 anos emigrado, José, com 59 anos, era trabalhador da construção civil na Suíça. O filho, de 38 anos, deste casal partiu as duas pernas no despiste do autocarro.

PUB

Graça Murça, com 58 anos, natural de Foz Côa, é outra das vítimas mortais do acidente. Graça dirigia-se para a Suíça para tomar contas das netas, enquanto a mãe trabalha.

Na tragédia morreu também Marília Nogueira, de 32 anos, natural de Nevogilde, Lousada. Tinha emigrado há um ano. Era casada com Nuno Baptista e tinham dois filhos, um com 3 e outro com 13 anos. Todos seguiam no autocarro. Segundo familiares, Nuno Baptista e o filho mais novo foram submetidos a intervenções cirúrgicas, tendo o mais velho necessitado de apoio psicológico.

Inicialmente, pensava-se que esta passageira de Lousada fosse natural de Penafiel, uma vez que foi nesta cidade que foi apanhar o autocarro.

Entre os 28 feridos, está Henrique Ângelo, motorista do autocarro filho do proprietário da empresa de transportes "Rota das Gravuras, e um bebé de dois anos, este em estado grave. A bordo seguiam ainda, pelo menos, três a quatro crianças, com cerca de 10 anos.

O autocarro, transportava 32 pessoas: um grupo de 13 pessoas do concelho de Penafiel, distrito do Porto, sendo as restantes de localidades do concelho de Vila Nova de Foz Côa, distrito da Guarda.

Os feridos em estado considerado grave foram transportados para o hospital de Mâcon et Paray-le-Monial, onde nove já tiveram alta.

Já os feridos com menor gravidade foram levados para um ginásio de Charolles, a localidade mais próxima do local do acidente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG