Reportagem

"Enervei-me com tudo. Preferia estar na escola"

"Enervei-me com tudo. Preferia estar na escola"

Laura Mendes aprende numa plataforma da Microsoft e tem aula de 20 minutos.

O primeiro dia de aulas do 3.º período começou cedo para Laura Mendes, de nove anos. A mãe chamou-a por volta das 8 horas e a aluna do 3.º ano preparou-se como se tivesse que sair de casa em Mentrestido, Vila Nova de Cerveira, para ir à escola. "Depois de acordar, tomei banho, vesti-me e fui tomar o pequeno-almoço. Liguei a televisão para ver uns bonecos num canal que a minha irmã gosta e depois vim para baixo (escritório) estudar. A minha rotina começa às nove e tenho de me habituar", conta a menina, filha de Sérgio Mendes e Ilda Silva, que têm uma outra filha de 17 meses, Caetana.

A nova realidade do estudo e de aulas no domicílio, através do computador na plataforma Teams da Microsoft, deixou Laura nervosa. "De manhã é para fazer os trabalhos e de tarde é com a professora. Só acabei agora (perto da hora da aula) o trabalho de Português e Estudo do Meio. Tive a minha mãe e o meu pai a acompanhar e até fiquei um bocado enervada", desabafou. "Foi a primeira vez e eu não estou habituada. Enervei-me com tudo. Preferia estar na escola, no meu lugar, a tirar dúvidas com a professora".

Na primeira aula do grupo A (Laura pertence ao grupo C, mas fez uma troca pontual porque tinha uma consulta) com a professora Cristina, parte do tempo foi ocupado a organizar a "sala de aula virtual". Os 25 alunos foram divididos em grupos mais pequenos para facilitar o trabalho de cerca de 20 minutos com a professora.

"Estão a olhar para o monitor? Toda a gente tem rato? Veem um relógio? Depois tem uma câmara e um microfone, sim, e um ecrã com uma setinha...(pausa). Já vos vou explicar. Agora vou só atender o telefone a uma mãe, porque hoje é um dia especial", dizia a docente, atendendo: "Estou, mãe. Não está a conseguir entrar?".

Acertada a comunicação, professora e alunos passaram à matéria do dia: o conto "João Pateta" de Guerra Junqueiro (Contos para a Infância). "Fizeram a ficha de Português que vos pedi? Abram o caderno com as respostas. Eu vou projetá-la e fazer-vos umas perguntas. "Laura, o que é um pateta?", começou a docente. E a aluna respondeu: "É uma pessoa engraçada e brincalhona".

Ontem, os pais de Laura estavam os dois em casa, mas hoje já não será assim. Sérgio, diretor comercial numa empresa, vai regressar ao trabalho. A mãe, Ilda Silva, contabilista, é que está de licença para tomar conta das duas filhas. "É complicado. Tenho a bebé e a Laura precisa de acompanhamento. Não posso deixá-la sozinha. Ela ainda não manobra o computador e os programas. Este primeiro dia foi de muita ansiedade e ela estava muito agitada, mas conseguiu-se", comentou Ilda, concluindo: "Nestas circunstâncias é a melhor solução. Não ponho isso em causa, porque não queria que a minha filha fosse para a escola".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG