O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Enfermeiros faltaram durante uma semana por atraso no salário

Enfermeiros faltaram durante uma semana por atraso no salário

Profissionais foram contratados por empresa de trabalho temporário para centros de vacinação na região de Lisboa.

Vários enfermeiros que prestam serviço nos centros de vacinação em Lisboa e Vale do Tejo através da empresa de trabalho temporário "Precise" faltaram durante toda a semana passada devido ao atraso no pagamento dos salários. Em causa está a liquidação do ordenado do mês de setembro, que só aconteceu no início desta semana, em vez de 15 de outubro, como inicialmente previsto. A empresa garante que a situação se deveu a "constrangimentos internos e pontuais".

A falta de pagamento levou a que vários enfermeiros, conforme o JN apurou, faltassem ao serviço em protesto. Nesses centros de vacinação, faz-se atualmente a inoculação das vacinas da covid e da gripe. Perante a falta de enfermeiros, os agrupamentos de centros de saúde (ACES) alocaram profissionais dos centros de saúde para colmatar a ausência e alertaram que não iam mais contar com os enfermeiros faltosos. Convocaram, então, profissionais dos ACES Arco Ribeirinho, Amada-Seixal, Arrábida, Lisboa Norte, Loures-Odivelas, Lisboa Central, Sintra, Ajuda, Lezíria, Amadora e Estuário do Tejo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG