Petição

Enfermeiros querem ter estatuto de "profissão de alto risco"

Enfermeiros querem ter estatuto de "profissão de alto risco"

Uma petição com 31 mil assinaturas foi entregue esta quarta-feira no Parlamento, pedindo o reconhecimento da enfermagem como profissão de alto risco e de desgaste rápido. O presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Pedro Costa, explica que este é um estatuto "justamente reconhecido a várias profissões, mas que continua a ser negado aos enfermeiros".

Pedro Costa lembra que, durante a pandemia, o Governo criou um subsídio temporário e transitório de risco covid-19. Mas agora os peticionários querem que este reconhecimento seja vertido em letra de lei, permitindo que os enfermeiros tenham acesso "à aposentação antes da idade legalmente definida". Afirmam também que a pandemia trouxe ao de cima todas as fragilidades desta profissão, apontando o cansaço.

"Isto não é um problema político, é de todos. O que queremos é um SNS para todos porque os profissionais são o seu maior ativo", elabora. Acrescenta que a petição pretende que sejam criadas boas condições para os profissionais e bons serviços para as pessoas.

Apoio partidário

A petição irá subir ao plenário do Parlamento, uma vez que preenche o requisito das assinaturas (no mínimo, 7500). Pedro Costa também refere que os partidos políticos PS e PSD manifestaram interesse em discutir a petição, admitindo que possam avançar com projetos de lei nesse sentido. "Estamos esperançosos", explica. "O PS e o PSD querem que isto seja visto como um problema global", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG