Ambiente

Enterradas 67 mil toneladas de amianto em três anos

Enterradas 67 mil toneladas de amianto em três anos

Balanço de três anos mostra maioria dos resíduos tratados como não perigosos. Quercus fala em má classificação e denuncia falta de fiscalização.

Entre 2014 e 2016 foram encaminhadas para aterro 66 799,5 toneladas de resíduos de construção e demolição (RCD) com amianto. E 98% destes resíduos seguiram para aterros de resíduos não perigosos. A construção continua a ser o setor de onde provém a maioria (73%) daqueles resíduos. Isso mesmo revela o mais recente relatório da Comissão Técnica Amianto, presidida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG