Premium

Enxaqueca deixa 1,5 milhões de portugueses incapacitados

Enxaqueca deixa 1,5 milhões de portugueses incapacitados

A MiGRA Portugal - Associação de Doentes com Enxaquecas e Cefaleias assinala, este sábado, o Dia Europeu da Ação Contra a Enxaqueca lançando a campanha "Temporariamente fora de serviço - por motivo de enxaqueca".

A iniciativa, desenvolvida em parceria com a Sociedade Portuguesa de Neurologia e a Sociedade Portuguesa de Cefaleias, quer chamar a atenção das entidades patronais e da população em geral para uma doença que afeta 1,5 milhões de portugueses, mas não é compreendida nem valorizada.

"Queremos alertar para o impacto da enxaqueca e a incompreensão dos doentes, que têm crises que os deixam incapacitados e, por isso, temporariamente fora de serviço", diz Madalena Plácido, presidente da MiGRA, explicando que as crises "afetam a vida familiar, pessoal e laboral". Mas "é uma doença invisível, pois as pessoas à volta têm dificuldade em perceber que é mais do que uma simples dor de cabeça", acrescenta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG