Exclusivo

Escolas alimentam milhares de alunos carenciados durante as férias

Escolas alimentam milhares de alunos carenciados durante as férias

Governo conta 102 mil refeições servidas nas férias desde 2019, sobretudo a estudantes carenciados, mas também há câmaras a garantir esse serviço.

Arrancam as férias de verão, mas milhares de alunos vão continuar a ir à escola para almoçar, seja por carência económica, seja porque participam nas atividades lúdicas que os municípios promovem como forma de dar resposta às famílias que não têm onde deixar as crianças.

O Ministério da Educação garante que, pelo menos, 36 escolas servirão refeições este mês e, para já, duas planeiam fazê-lo em agosto. Nos últimos três anos, foram confecionados mais de 102 mil almoços nas férias, sobretudo para estudantes com Ação Social Escolar. No verão do ano passado, foram servidas 36 mil refeições; no de 2020, contabilizou-se um total de 41 315; e, em 2019, distribuíram-se 25 426 refeições. Os dados, frisa o Governo, referem-se apenas aos estabelecimentos que ainda "têm os refeitórios concessionados, já que, nos refeitórios de gestão direta, o prolongamento desse serviço não carece da validação por parte do Ministério da Educação". Nestas contas, também ficam de fora as iniciativas lançadas pelos municípios, que incluem o fornecimento de refeição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG