Exclusivo Edição Impressa

Escolas não mexem nos currículos com medo dos exames

Escolas não mexem nos currículos com medo dos exames

Diretores e pais desejam mudanças nas metodologias em sala de aula e um novo regime de acesso ao Ensino Superior para libertar o Secundário e melhorar as aprendizagens dos alunos

O medo é assumido. A maioria das escolas que aderiram ao projeto-piloto de autonomia e flexibilidade curricular - que arrancou este ano letivo em 223 escolas - optaram por não aprovar planos para turmas do 10.º ano de cursos científico-humanísticos. A razão é simples, assumem os diretores ouvidos pelo JN: "Medo dos exames nacionais". E alertam: se o Ministério da Educação não resolver o "dilema" entre os dois métodos de ensino, este receio pode revelar-se um obstáculo à generalização do projeto.

PUB

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG