Exclusivo

Escolas sem todo material exigido para a avaliação

Escolas sem todo material exigido para a avaliação

Maioria dos estabelecimentos do 1.º ciclo não tem espaldares, assumem diretores, que defendem que aferições também servem para avaliar condições.

Cerca de 100 mil alunos do 2.º ano de escolas públicas e privadas vão fazer, a partir de segunda-feira, as provas de aferição de Expressão Artística e de Expressão Física. Os diretores assumem que "boa parte das escolas de 1.º Ciclo não tem todo o material e condições exigidas". Por exemplo, apontam, espaldares e plintos ou salas com uma área mínima de 80 metros quadrados.

Em resposta enviada ao JN, o Ministério da Educação explica que, "se a escola não usou algum material na aplicação do currículo, não terá de usá-lo na prova, uma vez que o objetivo é aferir a aprendizagem". Em 2020, não se realizaram aferições e, no ano passado, as provas foram feitas por amostra. O ministério considera que esta avaliação também vai aferir o impacto da pandemia no ensino e assegura que os resultados irão permitir "definir as estratégias dos anos vindouros".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG